"natalia sanabria de mello"

bardot & a libertação sexual da mulher, por simone de beauvoir

quando eu era mais nova, a sensualidade “excessiva” da brigitte bardot me incomodava. queria dialogar outras realidades sobre mulheres; queria o humor e a confiança da katharine hepburn, a guitarra e a provocação da pj harvey. agora mais velha tento buscar entender quem é a mulher que, como dizem os tablóides, “descartava” homens quando queria? que tentou suicídio várias vezes? que abandonou um filho e um casamento para ser livre e viver em uma mansão na praia cercada por animais?

brigitte bardot simone de beauvoir

ler sobre ela é difícil, tudo na internet é raso. ler blogs a homenageando com colagens de suas saias vichy é de bocejar. frases dos beatles a venerando como a “mulher perfeita”, banal. comentários infelizes que a própria musa faz atualmente, triste. nada disso parecia resumir algo que eu esperava que resumisse.
sua carreira no cinema é extensa e com obras impecáveis como e deus criou a mulher e o desprezo. seu talento musical nem sempre é lembrado e olha que je t’aime… moi non plus é tema da revolução sexual. dona de uma presença que parece grande demais, em seu potencial máximo, ela é uma ameaça aos valores moralistas de sua época e talvez represente esta ameaça até hoje. contudo, para a grande massa, brigitte bardot é apenas um símbolo sexual.

more

sabrina gevaerd

sabrina gevaerd

sabrina gevaerd mora em brusque, santa catarina, começou a trabalhar com design em 2010, mas com o autoral só em 2015. assim que o trabalho dela apareceu pra mim por redes sociais, não pude deixar de me apaixonar pelas mulheres de seus desenhos, sempre tão livres sexualmente, envoltas em uma aura colorida & florida de prazer e sisterhood.

more

duas meninas trocam e-mails por 9 anos

…e resolvem fazer uma entrevista de 20 perguntas uma com a outra, só por diversão, falando sobre nossa geração, desejos internos, futilidades essenciais.

more

uinverso

no mundo online em que vivemos, não é só pelas criações artísticas em si que nos apaixonamos, mas também, por todo o ambiente que acompanha as criações, as documentações do processo criativo, os momentos de ócio. assim também é com o universo do uinverso, do qual sou muito fã, com seus desenhos delicados, tropicalismo e musas registradas tão bem pelo lápis que fico com vontade de conhecê-las pessoalmente. é lindo acompanhar as luzes das fotografias, os ângulos, as molduras, o cuidado especial.
conheçam as irmãs nadiuska & priscila furtado pela breve e fofa entrevista que fiz com elas.

(todas as fotos a seguir são de autoria/acervo do uinverso)

uinverso uinverso

more